domingo, 8 de maio de 2016

Viva sua própria história

Saúdo-te!

Em tempos mais remotos.. quando a realidade do dia a dia ainda nos permitia embarcar nas história contadas.. ou talvez ao ler um livro.. quantas vezes nos víamos como parte da história?.. quando éramos capazes de escutar os sons, perceber todas as cores, o calor do Sol tocando a pele.. histórias que se tornavam ali.. nossa realidade...

Por ser que, nos últimos tempos.. não tenhamos mais nos deixados levar por estas histórias.. pode até ser que sequer estejamos nos permitido apreciar uma boa história.. mas.. o quanto da capacidade de se colocar em uma nova realidade será que realmente perdemos?.. 

E ainda.. o quanto da realidade que percebemos é mesma que àqueles próximos a nós também percebem?.. seria a realidade um ponto de vista?.. seria essa nossa realidade a história que embarcamos e tomamos para nós?...

Possamos imaginar.. ainda que por um breve momento.. sendo nossa realidade a forma como percebemos a vida.. assim como outrora percebíamos a vida nos livros ou histórias contadas.. e se assim o fosse.. podíamos vez ou outra mudar de livro.. mudar de história.. e vivenciar uma nova realidade.. então.. como seria.. viver a realidade que pudéssemos escolher... assim como quem.. muda uma história?...

Possamos agora então.. já nos percebendo enxergando nossa realidade.. como sendo nossa própria percepção de uma história.. de nossa história.. o quanto da história que "contamos" torna nossa realidade como queremos.. e mais.. qual história terei hoje.. qual história vou viver amanhã.. para.. finalmente.. ter um novo início...

Ótima semana!!

Paz e Luz

domingo, 1 de maio de 2016

Já percebeu tua ternura no dia de hoje!??


Eu o saúdo!!

Por vezes.. nos pegamos a pensar.. que ao passar dos anos.. dos caminhos que nos trouxeram até aqui.. das experiências que nos tornaram o que somos hoje.. e de que talvez.. uma certa magia de vida tenha ficado lá atrás.. em tempos de onde só restam as sensações mais tenras...

Mas.. o que teria mudado desde então.. por que tais momentos são hoje tão distantes.. por que as sensações maravilhosas de outrora nos são hoje negadas?...

Talvez.. num certo nível.. tenhamos nos esquecido de como reconhecer a ternura em nosso redor.. e quem sabe ao não reconhecer.. como poderíamos nos perceber recebendo momentos de pura ternura?...

Dizem.. que a ternura está em torno lugar.. no balançar dos galhos de uma árvore numa tarde de outono.. no cantar de um pássaro lá distante.. na aproximação de um animal sem esperar nada em troca.. quantos mais.. quantos destes momentos realmente nos demos conta?.. quantas destas demonstração acabamos por inconscientemente afugentar?

Pende nisso.. invista poucos segundos a cada demostração.. esteja consciente do retorno em seu redor..

Ótima semana!! Plena de atenção e ternura..

Paz e Luz