segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Sê o eterno aprendiz!

"Quando uma mente se expande por uma ideia nova, ela nunca mais volta ao seu tamanho original" - Oliver Wendell Holmes

Possamos nos lembrar.. de momentos mais tenros.. onde ainda não tínhamos este cotidiano.. este dia a dia de automatismos que nos entorpecem.. nos lembremos.. que outrora não fora assim.. onde o dia a dia era tempo de descobertas.. tempo que a cada novo dia.. a cada novo manusear.. um novo aprendizado...

Pode ser que talvez.. venha memória os primeiros anos de escola.. que entre brincadeiras as mais diversas cores.. que entre lápis e massas coloridas... construía-se um novo mundo próprio.. quantos.. quantos destes pequenos mundos.. ali.. criados sobre uma mesa ou até mesmo no chão.. quantos daqueles minutos dedicados a novas experiências e brincadeiras.. o quanto daqueles momentos não nos fizeram o que somos hoje.. não é mesmo??...

O quanto de cada nova ideia que tivemos naquela época.. não nos levou a mais uma nova ideia no dia seguinte?.. ideias maiores.. arrojadas... e dia a dia.. íamos.. ali, a cada nova ideia.. produzindo outra ainda maior.. mais complexa.. o quanto desse tempo não nos fez o que somos hoje?...

É fato que crescemos.. e que de um certo ponto... tomamos todo aquele aprendizado de outra hora.. para empenhá-los na vida que nos foi sendo apresentada.. mas.. por que deixamos de continuar a ampliar nossas ideias??...

Possamos agora.. ainda que não mesmo por um pequeno instante,, nos lembrar de como até aqui chegamos.. enquanto que já vamos percebendo no mesmo instante.. que podemos continuar.. que em meio a nossa vida atual.. que podemos.. continuar.. a  nos permitir novas ideias.. novas maneiras de enxergar e compreender.. de continuar a nos permitir.. expandir nossas capacidades.. a cada novo ciclo...

Sê o eterno aprendiz!!

Paz e Luz!

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Inteirize-se


Eu o saúdo!!..

Quantas vezes.. já observamos.. os mesmos nos foi dito.. sobre nossas diferenças.. que nascemos já classificados.. como homens e mulheres.. e ao longo da vida vamos continuamente sendo classificados.. pobres e ricos.. cristãos e não-cristãos.. e por aí vai...

Mas.. e se de alguma forma pudéssemos agora mesmo imaginar ainda que por um instante agora.. de que todos nós possuímos as mais diversas características.. e que em maior ou menor proporção.. todas elas fizessem parte de nós.. como que onde uma termine a outra continue.. formando um todo...

E assim sendo.. percebendo-nos como um conjunto de várias partes unidas.. num contínuo movimento de vida.. como seria.. como é vivenciar-te a ti mesmo como um todo.. pleno de tuas partes.. inteiro.. numa inteireza da perfeita imperfeição de teu Ser...

Ótima semana!!

Paz e Luz _/\_