segunda-feira, 26 de maio de 2014

Mantenha sempre a direção de teus objetivos!!


Saudações!!

Talvez já tenhamos tido a experiência de velejar, ou ao menos observar em fotos ou filmes... barcos que se movem sem a necessidade de um motor próprio ou remos, barcos que se movem com o vento, os veleiros...

Ao notar eles se movendo por sobre as águas, talvez poderemos notar suas velas completamente estendidas, infladas pelo vento, perceberemos então que o barco se move com a utilização da força gerada pelo vento... mas, logo depois estaremos a nos indagar: "como poderia este barco chegar a todos destinos? como poderia ele se mover quando o vento estiver contra? como??"...

Mesmo com vento contrário, um velejador ainda é capaz se mover na direção de seu destino. Ele ajusta a direção do barco de forma que o vento contrário ainda gere a força necessária para mover o barco próximo da direção de seu destino, e então a direção é novamente ajustada, e assim, pouco a pouco, em ziguezague, o barco chega a seu destino, num constante ajustar de direção... mesmo sob vento contrário...

Quantas vezes em nossas vidas percebemos como que indo contra o vento? Como que se tudo estivesse contra nossos objetivos? Quantas vezes não fomos levados a pensar em desistir sob a menor força contrária? Quantas vezes??... Quem sabe, poderíamos agora mesmo nos ver como que velejando, hora por mares calmos, hora por mares revoltos, com vento contra e com vento a favor, mas continuamente velejando...

E assim, a cada vento contrário, possamos ajustar nossa direção à todo tempo, ainda que um pouco mais devagar, ainda que em ziguezague, mas mantendo nosso olhar em nosso destino... em nosso objetivo...

Sob todas as condições de vento... todas as circunstâncias da vida... possamos nós estar atentos a direção do vento... atentos as forças contrárias... possamos saber direcionar nosso barco... direcionar nossa vida... mantendo sempre o olhar no nosso destino... no nosso objetivo...

Uma ótima semana!!! Bons ventos   ~_/)
Paz e Luz!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Caminhemos plenos do todo

Eu o saúdo!!



Entre idas e vindas, em meio nossos desejos.. nossos planos.. quantas vezes já não nos sentimos meio que sozinhos em "nossa luta"? Por vezes até sem forças para continuar?...

E se pudéssemos observar mais a natureza.. agora mesmo.. em como que uma ave consegue o graveto correto para seu ninho, e em como ela conhece a posição correta para seu ninho não desabar durante as tempestades que trazem vida às plantas.. ou até mesmo na planta que outrora permitiu que um graveto caísse no chão.. e quem sabe ainda, possamos nos questionar em como uma simples planta pode se espalhar por vários em vários quilômetros através de suas sementes.. sementes estas contidas em teus frutos.. em frutos que vez ou outra são consumidos por.. aves...

Talvez seja como um grande ciclo, permeados por uma constante troca.. o ceder e o receber.. ainda que os animais talvez não possam percebê-lo intelectualmente, mas eles participam.. ali.. presentes neste ciclo da natureza.. presentes no momento presente.. como parte dele...

Mas.. e se?.. e se nosso mundo humano.. fosse um pouco próximo deste ciclo da natureza.. como seria?.. como pode ser nosso dia a dia.. entre idas e vindas.. ali.. presente neste ciclo.. já sendo parte dele.. como é caminhar com nossos desejos.. com nossos planos.. não mais sozinhos.. e sim como um todo.. como é?...

Ótima semana! Plena do todo em ti mesmo!!
Paz e Luz!