segunda-feira, 25 de abril de 2011

Percebendo-se o que se é

Por vezes.. não reconhecemos o que realmente somos.. tudo aquilo que temos em nós mesmos.. ao ponto de, talvez.. nos desvalorizarmos.. partindo numa busca incessante por algo.. mesmo que talvez sequer saibamos o que seja...

As aves por exemplo.. não acumulam água ou comida.. elas já possuem a certeza que encontrarão tudo o precisarão durante todo o seu dia.. e cientes de são capazes de voar.. podem desfrutar de suas vidas.. aproveitando cada nascer e pôr do Sol.. cada brisa.. cada vôo...

E como pode ser imaginar-se agora cientes de nossas capacidades.. cientes daquilo que precisamos e desejamos.. livres e leves de uma busca incessante.. e agora quem sabe até.. enquanto continuamos imaginando como já somos.. já nos tornamos cientes que a imagem do que somos é o que somos.. cientes.. e possamos aproveitar cada nascer e pôr do Sol.. cada brisa.. cada vôo...

Ótima semana!! Que a cada dia, a cada vôo, possamos nos perceber percebendo o que já somos...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Cavalgando maiores caminhos

Os cavalos.. símbolos de força.. exibem toda sua grandeza.. sua conexão maior...

Cavalos selvagens.. andam em grupos.. afetuosos.. podem agir devido ao medo, fome e paixão.. correm e se movimentam em grupos...

Dependendo da cultura e época.. seu simbolismo pode representar a força vital do homem.. a liberdade dos impulsos.. como o conhecedor da águas.. como o símbolo de inteligência.. do tempo.. como representante do vento.. pode estar associado aos dons maternos.. e também de várias formas com aspectos da terra, especialmente o sol, a lua e a água.. também pode estar associado com o vento e o ar, atuando como mediador entre o céu e a terra.. centauros são deuses do vento.. um cavalo alado representa as relações poéticas...

Sua força já os levou a atuarem em guerras e na agricultura.. podem atuar em corridas de velocidade e de obstáculos.. em desfiles podem mostrar sua exuberância e classe...

Antes de nascer.. um cavalo passa onze meses em gestação.. sem saber o que o espera.. mas em plena consciência de que pode ir mais longe.. sob inúmeras maneiras diferentes.. por inúmeros caminhos diferentes.. cavalgando para algo maior.. mesmo que ainda sem saber para onde.. mas com toda sua força e exuberância...

E talvez agora possamos nos perceber tomando ciência.. de toda nossa força e exuberância.. nos lembrando dos caminhos que nos trouxeram até aqui.. e que.. mesmo que talvez sem saber ao certo o próximo caminho.. ainda assim.. cientes de que podemos cavalgar, fortes e belos aos ventos...

Os melhores caminhos nesta semana!!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Numa eterna evolução

Olhar para trás em nossas vidas... em nossa história... podemos perceber.. evidenciar... o quanto progredimos... o quanto ainda podemos progredir...

Ainda num passado longínquo... na cultura Celta... dentre as diversas crenças.. os diversos símbolos... havia um em especial... o Triskle...
Este símbolo fora criado para representar o eterno movimento e equilíbrio da vida... em todas as suas facetas: donzela, mãe e anciã (as três faces da Deusa).. intuição, ternura e beleza (as qualidades do feminino).. crescente, cheia e minguante (as fases da lua).. primavera, verão e inverno (as três primitivas estações do ano).. céu, mar e terra.. nascimento, vida e morte.. corpo, mente e espírito.. passado, presente e futuro.. poder, intelecto e amor..

E talvez podemos nos perceber percebendo que.. independente do tempo.. de crenças.. de épocas.. estivemos em constante evolução.. em constante movimento.. em assim continuamos hoje.. como há milênios atrás.. no mais perfeitamente imperfeito equilíbrio da evolução...

(para amigos muito especiais)

[rumo ao milésimo acesso http://engdoser.blogspot.com/]